Confira cinco dicas para evitar o contágio da H1N1

temporada de gripe

 

A Luísa já tomou a vacina contra a gripe este ano e tanto eu quanto a mamãe iremos fazer o mesmo. O frio chegou com tudo aqui no sul e, com ele, aumentam os casos de resfriados e gripes. São mais e mais pessoas aglomeradas em locais fechados e vírus circulando livremente.

Quem não toma vacina precisa se cuidar. Recebemos um material da marca Rinosoro que retransmito a vocês. A Influenza, conhecida como gripe, é uma doença viral febril aguda, geralmente benigna e autolimitada. Frequentemente os sintomas aparecem rápido, como febre, calafrios, tremores, dor de cabeça, dor no corpo e falta de apetite, bem como os sintomas respiratórios, como tosse seca, dor de garganta e coriza. A infecção dura geralmente uma semana, com esses sintomas persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais preocupante.

Um tipo de vírus conhecido como influenza A (H1N1) circula atualmente entre os brasileiros. Ele é causador de epidemias sazonais e responsável pelas grandes pandemias, pois o vírus é transmitido facilmente por pessoas infectadas ao tossir ou espirrar. Idosos, crianças pequenas, gestantes e pessoas com alguma comorbidade, possuem um risco maior de desenvolver complicações causadas pelo influenza.

Conheça abaixo medidas simples que podem ser adotadas no dia a dia por pessoas saudáveis, para ajudar a diminuir a chance de contrair o H1N1:

1. Lavar as mãos com frequência,

2. Evitar, sempre que possível,  tocar o rosto com as mãos, especialmente em locais públicos e lotados, como transporte público, shows, shoppings etc.

3. Consumir alimentos ricos em vitamina C, como laranja, acerola, kiwi e morango, e vegetais verde escuro, como brócolis, espinafre e couve, que possuem as vitaminas A, B6 e B12. Esses nutrientes são responsáveis pelo fortalecimento do sistema imunológico e podem ajudar o corpo a ficar mais resistente para enfrentar, por exemplo, infecções.

4. Beber água com frequência para evitar desidratação.

5. Realizar a higiene nasal diariamente, para se proteger contra infecções respiratórias e a absorção de poluentes, bactérias e vírus presentes no ar. O mais indicado é realizar a limpeza diária com soluções salinas nasais, que contribuem para a limpeza do nariz, pois fluidificam o muco e facilitam sua drenagem natural. A higiene nasal diária ajuda no tratamento das infecções virais como gripes, resfriados, rinites além de dificultar o prolongamento destas doenças em adultos e crianças.

As dicas foram elaboradas pela equipe do Rinosoro, marca referência em descongestionantes nasais, reforçando o alerta que o maior problema é a fácil proliferação do vírus.

You may also like...