Dicas para manter saúde dos pequenos no retorno às aulas

IMG_9285 (3)

As férias das crianças chegaram ao fim. Para alguns, no entanto, retomar a rotina exige um pouco mais de tempo. Isso acontece porque muitos sofrem para abandonar hábitos cultivados durante a época de descanso, como dormir e acordar um pouco mais tarde e não ter horários tão rígidos como no período de aula. Para os pais, além de cuidar para que os filhos se adaptem bem ao retorno das aulas, a preocupação também é para que os pequenos se mantenham saudáveis no retorno.

O clima mais frio e seco, com mudanças bruscas de temperatura, umidade mais baixa, e o fato de as pessoas, incluindo as crianças, permanecerem por mais tempo em locais fechados, como a sala de aula, podem proporcionar o aparecimento de algumas doenças. Por isso, pais e escolas devem ficar atentos a eventuais sinais que as crianças venham a apresentar.

Nesta época do ano é comum o surgimento de doenças como gripes, resfriados, bronquiolite (horrível, a Luísa já teve isso) e sinusite, que acometem mais as crianças, que ainda têm o sistema imunológico imaturo, e surgem principalmente pelo contato mais próximo entre os pequenos.

Recebi algumas dicas elaboradas pelos especialistas da Redoxitos®, linha de suplementos vitamínicos da Bayer, para auxiliar os pais a readaptar o cotidiano de seus filhos e proteger sua saúde.

Alimentação: Pensando na saúde e no bem-estar dos pequenos, uma alimentação balanceada, rica em vitaminas e minerais, ajuda a fortalecer o sistema imunológico.

Hidratação: Crianças gastam muita energia, o que contribui para a perda de líquido e o ressecamento das mucosas. Nem sempre elas pedem água ou dizem estar com sede, por isso é importante oferecer a bebida com frequência e mantê-las sempre hidratadas. Esse é sempre um desafio para nós. Luísa muitas vezes recusa água e temos que ficar o tempo todo oferecendo.

Higiene: Os pais devem orientar as crianças sobre a importância da higienização constante das mãos e dos alimentos, já que muitas vezes estes são condutores de doenças. Isso é essencial e faço sempre com Luísa. Chegamos da rua? A primeira coisa a fazer ao entrarmos em casa é lavar as mãos. Sempre.

Ambientes: Em locais mais fechados, como o quarto, utilize toalhas úmidas, umidificadores caseiros ou bacias de água para facilitar a respiração durante o inverno. E lembre-se: ambiente arejado, bem ventilado e limpo afasta os riscos de doenças respiratórias.

Atividade física: Incentive a criança a praticar algum exercício ou atividade física, de acordo com sua idade. Aproveitem a onda de Olimpíadas e “bora” mexer o esqueleto.

You may also like...