Guia “Três Vivas para a Adoção” está disponível para ajudar futuros adotantes. E é gratuito

Adoção de crianças

Amigos da Rede Nacional da Primeira Infância, da qual faço parte, lançaram esta semana o Guia Três Vivas para Adoção. Vale a pena conferir.

O Cadastro Nacional de Adoção mostra uma realidade que precisa ser mudada. De um lado, mais de 40 mil pais pretendentes a adotar. Do outro, menos de 9 mil filhos possíveis em busca de uma família. Já falei sobre isso aqui no blog e sobre os dados – alguns cruéis – que verificamos ao analisar esses números.

Isso se dá porque a maioria das pessoas indica um perfil muito restrito, deixando de fora as crianças reais que estão cadastradas para adoção – maiores de 5 anos, pardas ou negras, com deficiência, doença crônica ou grupos de irmãos.

Só que estas, na verdade, são as crianças que mais precisam de uma família carinhosa e cuidadosa.

Várias varas da infância e da juventude têm tomado medidas para motivar a adoção de crianças fora do perfil, as chamadas adoções necessárias. Os trâmites são mais rápidos, voluntários e ONGs são convocados a auxiliar na Busca Ativa de famílias para estas crianças e adolescentes.

A publicação “Três Vivas para a Adoção”tem objetivo de propor uma reflexão àqueles que têm o desejo de adotar, para promover cada vez mais encontros entre pais e filhos, entre pretendentes a pai e/ou mãe que têm um lar e futuros filhos e filhas à espera de uma família.

Além do passo a passo para a adoção (que também pode ser acessado aqui no Diário do Papai), há explicações sobre a Busca Ativa e informações sobre os diversos tipos de adoção, também há depoimentos de famílias que se formaram fora do perfil majoritário, de uma coordenadora de instituição de acolhimento, de um juiz e de uma pessoa que foi adotada.

O E-book do “Três Vivas para a Adoção” é gratuito. Baixe aqui.

“Três Vivas para a Adoção” é uma realização do MAIS – Movimento de Ação e Inovação Social (Movimento Down e Movimento Zika), com apoio da Angaad – Associação Nacional de de Grupos de Apoio à Adoção, Aconhego – Grupo de Apoio à Convivência Familiar e Comunitária e da Fundação Ford.

You may also like...