No Dia Mundial da Água, vale o lembrete para reforçar a hidratação

luisa agua

Neste dia 22 de março, comemoramos o Dia Mundial da Água – instituído em 1993 pela Organização das Nações Unidas (ONU). É uma data importante para conscientizar a população sobre a importância da substância para a boa saúde do corpo humano, especialmente para o desenvolvimento saudável das nossas crianças. 

A Luísa não era muito adepta da água. Vivia pedindo suco de uva, ou “uvá” como ela diz. Aí começamos a tomar medidas simples, mas eficientes, como por exemplo, deixar o suco em casa como forma de força-la a beber água. Tem dado certo.

Essa semana recebi um material bem interessante da Redoxitos que informa sobre a importância da  ingestão frequente do líquido para o bom funcionamento do corpo. Por isso, é tão importante habituar a garotada a tomar água.

O texto ressalta que nem sempre a sede é um bom indicador de hidratação adequada. Uma dica que pode ajudar a perceber se a criança está hidratada ou não é verificar a cor da urina, que tende a ficar mais escura quando a criança está desidratada. Já a urina clara, geralmente, é sinal de boa hidratação. Outros sinais de pouca água no organismo são pouca sudorese, pouca produção de lágrimas e até sonolência e sensação de fraqueza. Nunca é demais salientar que, ao identificar um desses sinais, é recomendável procurar orientação médica.

Para ajudar os pais e responsáveis na tarefa de manter os filhos bem-hidratados e saudáveis, Redoxitos® o suplemento alimentar infantil de vitamina C da Bayer, sugere algumas dicas e eu as repasso aqui no Diário do Papai:

1 Estimule as crianças a beber água frequentemente durante o dia. Lembrando que, se depender dos pequenos, eles raramente se lembrarão de pedir. No caso da Luísa, eu deixo sempre água à mão. A sala pode até ficar parecendo o cenário daquele filme “Sinais”, mas o importante é que ela sempre acaba bebendo um pouco ali, outro pouco aqui.

2 Adquira o hábito de sair de casa com uma garrafinha na bolsa ou na mochila. Assim é mais fácil oferecer o líquido para as crianças a qualquer hora ou lugar.

3Dê preferência para água mineral, fervida ou filtrada e sempre com temperatura ambiente.

4 – Copinhos coloridos e com personagens são uma opção para incentivar e estimular os pequenos a tomar água com mais frequência e de forma divertida. Temos os copinhos da Peppa, um de castelinhos e princesas, mas o preferido da Luísa é o squeeze que costumo levar para os passeios de bike.

5Durante atividades físicas, principalmente em dias de sol, fique MUITO atento à ingestão do líquido pelos pequenos.

6Caso a criança apresente quadro com febre, diarreia ou vômito, a quantidade de água ingerida deve sempre aumentar para evitar a desidratação

You may also like...