Adoção Um pequeno depoimento e algumas dicas para quem pretende ser pai ou mãe de coração

 

Meu sogro sempre dizia para a Gisele que a amava tanto que “até doía”.

Nunca havia pensando sobre o assunto até o dia que entrei no bercário do abrigo onde a Luísa nos aguardava. Foi algo instantâneo, um sentimento sem explicação.

Assim que a olhamos, sabíamos que ela era a nossa filha e que dali para frente faríamos tudo por ela.

Feitiço dos olhos de jaboticaba.

A adoção não é uma coisa fácil para nenhum dos lados – nem interessados, nem Poder Público e nem as famílias que perdem a guarda ou entregam crianças para adoção. No meio do processo, descobrimos coisas que sequer imaginávamos. É um emaranhado de disposições legais que torna tudo lento. É uma família que precisa perder o pátrio poder para que outra no cadastro do CUIDA possa começar a conhecê-la  – e, para entrar no CUIDA, os candidatos interessados devem ser devidamente analisados por assistentes sociais e psicólogos e profissionais da Vara de Infância.

O caminho é longo e tortuoso até mesmo para entrar na fila.

Mas garanto que cada segundo de espera vale a pena…É uma sensação intensa, um amor imediato e imenso. É um amor que até dói.

Pensa em adotar? Dá uma olhada nesse roteiro produzido pelo pessoal do Portal da Adoção.

Qual é o passo a passo para adotar uma criança?

 

E vai aqui um vt da campanha realizada pela Assembléia Legislativa de Santa Catarina para inspiração.

2 Responses

  1. Vinyl group Mitt Data Along with Dimensions Recomendations
    new york evening dresses http://www.lovenewyorkdress.com/evening-dresses_c91.html

  2. pay4you disse:

    pay4you http://us.rd.yahoo.com/default/*http://m.show.pay4you.net/ are fantastic on the other hand you no longer what individuals to quit as well as so there not necessarily for your situation! my good friend . luv love luvs these

Deixe uma resposta para pay4you Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *